Reunião termina sem solução para os salários atrasados e mais dois sindicatos decidem paralisar as atividades em Guaratinga | FURO31
Reunião termina sem solução para os salários atrasados e mais dois sindicatos decidem paralisar as atividades em Guaratinga
12/01/2018 às 01:24
Por FURO31, Adson Rodrigues com informações do SISPUG

Prefeitura de Guaratinga (Foto: Adson Rodrigue/FURO31)

Nesta quinta-feira (11) o Sindicato dos Servidores Públicos e Câmara Municipal de Guaratinga (SISPUG) e o Sindicato Intermunicipal dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate as Endemias de Eunápolis e Região (SINDIACSCER) realizaram uma assembleia com seus associados onde ficou determinada a paralisação das categorias devido à falta de pagamento salarial referente ao mês de dezembro de 2017. Agora, os principais serviços do município como saúde, educação e serviços gerais ficarão sem funcionar.

Representantes dos três sindicatos se reuniram com o tesoureiro do município (Foto: Giro de Notícias)

As duas categorias aderiam à paralisação igualmente aos servidores da educação (representados pela APLB-Sindicato) após uma reunião realizada na manhã desta quinta-feira (11) entre representantes dos três sindicatos e o tesoureiro municipal, Richardson Silva, sobre o atraso nos pagamentos dos servidores. Segundo Richardson, o atraso no pagamento aconteceu devido a uma mudança na conta bancária da Saúde, realizado pelo Ministério da Saúde. Devido a essa mudança os vencimentos não foram quitados. Questionado sobre uma definição de data para pagamento, o tesoureiro declarou estar impossibilitado de definir uma data exata para o repasse.

Reunião do Sispug aconteceu no auditório do sindicato (Foto: Divulgação)

Após a reunião com o tesoureiro, o SISPUG convocou uma assembleia ainda pela manhã onde ficou definido que a categoria aguardará o pagamento salarial até as 08h da manhã de segunda-feira (15). Caso o Executivo não realize os pagamentos, os funcionários que estão em recesso não retornarão as suas atividades e todos os filiados estarão em greve por tempo indeterminado.

Sindiacscer se reuniu no salão da Igreja Batista de Guaratinga (Foto: Divulgação)

O SINDIACSCER se reuniu em assembleia pela tarde e ficou definido que a categoria paralisa as atividades até segunda-feira (15) às 18h, se não houver pagamento por parte do poder Executivo, a greve se estenderá por tempo indeterminado.

A presidente do SISPUG, Sária Pinheiro, espera que a falta de pagamento dos servidores de Guaratinga não se torne constante (Foto: Reprodução/Redes Socias)

“Até o presente momento não estávamos tendo problemas com a gestão em relação à salário e esperamos que isso não venha ser uma situação corriqueira. Estamos em um momento difícil, aonde a cidade vive uma crise financeira e ficamos cautelosos. Se trabalhamos precisamos receber e somos nós, os funcionários, que fazemos a máquina pública trabalhar todos os dias por uma cidade melhor, por isso é mais que justo termos os nossos direitos garantidos”, disse Sária Pinheiro Mota, presidente do SISPUG.

Deixe seu comentário
Curta nossa Fan Page